Escola de Ciência da Informação da UFMG
Biblioteca Universitária - UFMG
 
  Acesso Online  
 
 
Apresentação
   
Projeto
Coleção Linhares
   
Equipe de trabalho
Apoio Institucional
   
Acesso ONLINE
 


  Descrição do Projeto

Ao ser publicado em 1995, o Itinerário da Imprensa de Belo Horizonte – 1895/1954, sem sombra de dúvida, veio responder aos inúmeros apelos dirigidos ao poder público por pesquisadores mineiros que desejavam ter acesso à monografia de Linhares. Mas, os apelos dos pesquisadores não se esgotavam aí, conforme se observa na fala do Professor José Mendonça, em 1980:

"Parece chegada a hora – que há muito tardou – de a Universidade completar o plano concebido ao praticar o primeiro gesto: fazer editar, atualizando da maneira cabível, a 'História da Imprensa de Belo Horizonte 1895-1954' e microfilmar a Coleção Linhares para a necessária preservação dela e a mais fácil consulta por parte dos pesquisadores". (Mendonça, 1980, citado por Castro, 1995, grifo nosso).

Em outras palavras, o Professor José Mendonça, retoma a figura do cronista em "dupla medida", percebida por Castro. Ora, o próprio Linhares, ao produzir as suas resenhas em paralelo ao ato de colecionar, provoca a configuração de um todo indissociável – coleção e catálogo. Assim, se a publicação do catálogo se vê concretizada em 1995, na parceria UFMG/Fundação João Pinheiro, a questão de preservação da coleção continuava por ser resolvida.

E, de fato, o aspecto de preservação se tornou crucial para aqueles que cuidavam da custódia do acervo. A acidez do papel atingiu níveis elevados, provocando a "quebra" do papel, só com o manuseio. As agressões por parte do elemento humano passaram a acontecer, também, com certa frequência: artigos e ilustrações foram recortados, fitas adesivas e outros elementos nocivos ao papel e à tinta foram utilizados, na tentativa, equivocada, de se conter o ritmo acelerado da deterioração.

Os problemas de preservação atingiram tal ponto que os responsáveis pelo acervo perceberam que o acesso à Coleção Linhares estava prestes a se inviabilizar. É nesse contexto, portanto, que se insere o Projeto em pauta. Era preciso tomar providências emergenciais e pontuais para salvar o acervo e possibilitar o acesso a ele da forma mais adequada possível.

O projeto foi submetido ao EDT 1866/02 da FAPEMIG, que teve como foco a preservação de acervos históricos. Em sua forma original, o projeto tinha como escopo todo o acervo da Coleção Linhares - cerca de 840 títulos de jornais e revistas resenhados por Linhares.

No entanto, considerando a liberação parcial dos recursos solicitados, não foi possível cobrir o objetivo inicial. Mas, os recursos liberados foram suficientes para possibilitar o desenvolvimento da metodologia, a definição e aquisição dos equipamentos, bem como para proceder à microfilmagem e digitalização de parte do acervo.

A liberação parcial dos recursos levou a equipe a refletir sobre a prioridade dos materiais a serem inseridos na CLD. Não foi difícil chegar à conclusão de que deveríamos começar pelos jornais, tendo em vista o estado avançado de acidez do papel.

A equipe fica na expectativa da continuidade da linha de editais voltados para a digitalização de acervos históricos, o que dará condições de finalizar o projeto em pauta, como também de proceder à recuperação de tantos acervos mineiros, que se encontram em estado equivalente ou mais avançado de degradação.


Santos, Vilma Moreira, Coord. Projeto Criação da Biblioteca Digital Linhares – Fase 1: Relatório final. Belo Horizonte, 2005.

BU/UFMG ECI © 2006