Escola de Ciência da Informação da UFMG
Biblioteca Universitária - UFMG
 
  Acesso Online  
 
 
Apresentação
   
Projeto
Coleção Linhares
   
Equipe de trabalho
Apoio Institucional
   
Acesso ONLINE
 


  Apresentação

O ano de 2005 marca os dez anos de publicação do Itinerário da imprensa de Belo Horizonte - 1895-1954(*), obra compilada por Joaquim Nabuco Linhares, entre o final do século XIX, até o seu falecimento, em 1956. Durante esse período, Nabuco reuniu e descreveu, em forma de catálogo, todas as publicações periódicas que circularam em Belo Horizonte.

A publicação da monografia de Linhares, reinvidicada por tantos estudiosos mineiros, entre eles, Eduardo Frieiro e Aires da Mata Machado, só veio a acontecer em 1995, em meio às comemorações do centenário de Belo Horizonte. Nessa época, a Universidade Federal de Minas Gerais, através da participação de pesquisadores do Departamento de Comunicação Social, bibliotecários da Biblioteca Universitária e, em parceria com a Fundação João Pinheiro, se lançaram a um trabalho de co-edição da monografia. Este trabalho inaugurou a série Coleção Centenário, empreendimento editorial da Fundação João Pinheiro, que teve como objetivo “a edição de obras voltadas ao resgate da nossa história e da nossa cultura”, nas palavras do então presidente da Fundação.

A publicação do Itinerário..., no ano de 1995, não ocorreu por mero acaso. Nessa data, instituições mineiras de ensino e pesquisa estavam comemorando os cem anos de lançamento do primeiro jornal que circulou na nova capital – O Bello Horizonte. Data de igual ou maior significado para promover a publicação da monografia de Joaquim Nabuco Linhares dificilmente poderia ser escolhida.

A Coleção Linhares Digital, resulta de um projeto de pesquisa desenvolvido por professores e funcionários técnico-administrativos da Escola de Ciência da Informação, do Departamento de História e da Biblioteca Universitária e “vem à luz” ao comemorarmos os dez anos de publicação do Itinerário..., acima mencionado. O objetivo final do projeto nada mais é do que dar continuidade ao trabalho de tantos que se sentiram seduzidos pela coleção de Linhares e por sua monografia.

Mas, a preservação do trabalho de Linhares não se esgota com a criação da biblioteca digital. Se a tecnologia pode ser, no dizer de alguns, "efêmera", é preciso que os pesquisadores de hoje e do futuro se coloquem atentos, em atitude de fiéis guardiães da coleção de Linhares, em espaço digital. Pois, o sentimento mais genuíno de todos que a conhecem ou a conheceram, é o de zelar pela sua "permanência" - hoje e no futuro.


(*) Linhares, Joaquim Nabuco. Itinerário da imprensa de Belo Horizonte: 1895 – 1954. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, Centro de Estudos Históricos e Culturais; Editora UFMG, 1995.

BU/UFMG ECI © 2006